Já começaram as obras de requalificação dos passadiços de São Martinho do Porto. «Os trabalhos estão a cargo da Câmara Municipal de Alcobaça mediante um protocolo estabelecido com a Agência Portuguesa do Ambiente (APA)», informou o Município em nota de imprensa. «Estamos em estreita colaboração com a APA para reconstruir atempadamente esta infraestrutura que sempre foi uma das imagens de marca da praia de São Martinho do Porto. O investimento na melhoria das condições de acesso e de segurança das nossas praias é uma prioridade constante do Município», afirma a vice-presidente da Câmara Municipal, Inês Silva.

Este protocolo com a APA foi celebrado em 2020 com um orçamento estimado de 200 mil euros. No âmbito deste protocolo, «está previsto o financiamento de 50% do valor total da intervenção por parte da APA, cabendo ao Município, para além do financiamento dos restantes 50% do valor total da intervenção, a elaboração do projeto e execução dos procedimentos administrativos e de contratação pública, bem como as demais ações processuais que lhe competem como dono da obra».

Esta intervenção está «prevista no Programa da Orla Costeira Alcobaça – Cabo Espichel (POC-ACE), inscrevendo-se no Plano de Acção do Litoral XXI». Vão ser criados acessos pedonais e prevê-se ainda a «sobrelevação dos troços do passadiço e na relocalização do troço localizado mais a sul, contribuindo desta forma para a recuperação e conservação do cordão dunar da praia de São Martinho do Porto», pode ler-se na nota. O cordão dunar (vulgo passadiços) é, sublinha a autarquia, «de vital importância para proteção do Património Ambiental neste ecossistema de transição entre o meio marítimo e terrestre, proporcionando em simultâneo um conjunto de percursos pedonais para usufruto dos munícipes e visitantes».