O Município de Pombal e o Instituto Politécnico de Leiria (IPL) celebraram um protocolo de cooperação «para a construção de um edifício, destinado a alojamento de estudantes que frequentam o ensino superior público». Para o efeito será aproveitado um edifício, propriedade da Câmara, no centro da cidade de Pombal, mais precisamente na Rua João de Barros – Quintal do Lopes, que terá capacidade para 42 camas. «O referido protocolo surge no âmbito da candidatura ao Programa Nacional para o Alojamento no Ensino Superior, financiado através do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), como forma de alargar e democratizar o acesso ao ensino superior, assim como garantir a sua efetiva internacionalização», refere o Município numa nota de imprensa. Este protocolo responde ainda à «necessidade de modernização, expansão e adequação das condições de alojamento de estudantes a preços adequados e devidamente regulados».

Tanto a autarquia como o IPL «reconhecem que na região de Pombal se verifica uma escassez de oferta face às necessidades patenteadas, particularmente em condições de preço e conforto compatíveis com as capacidades económico-financeiras de muitos dos estudantes», algo que, acreditam, «compromete gravemente a efetiva igualdade de oportunidades no acesso ao ensino superior e prejudica significativamente o acesso à sociedade do conhecimento e da inovação».

Com este protocolo o Município de Pombal compromete-se «a constituir o direito de superfície a favor do IPL, a título não oneroso, pelo período de 30 anos, suscetível de renovação por sucessivos períodos de cinco anos». O presidente da Câmara, Pedro Pimpão, espera que esta candidatura seja aprovada e que o investimento avance: «Passo a passo, seguimos firmes rumo ao nosso objetivo de tornar o nosso território cada vez mais apelativo e atrativo às novas gerações, apostando na inovação e no conhecimento». A avançar, esta residência estará pronta no ano letivo 2023-24. O presidente do IPL considera este um projeto «relevante e mais um elemento de atração para que os estudantes» se instalem na cidade de Pombal.