Foto: Catarina Correia Martins

Porto de Mós vai ter uma rede de transportes públicos. A novidade foi dada pelo presidente da Câmara Municipal, Jorge Vala, na cerimónia de entrega dos Prémios Dom Fuas, que teve lugar no passado dia 29, no Castelo.

«Já a partir de setembro, teremos uma rede de transportes públicos, transversal a todo o concelho», anunciou, referindo-se a um protocolo estabelecido entre a autarquia e a Rodoviária do Lis. Esta empresa que vai assegurar integralmente o transporte escolar, poderá também transportar outros utilizadores, mediante o respetivo pagamento. Isto já era possível, nos locais onde a Rodoviária assegurava o transporte dos alunos, no entanto havia zonas do concelho em que esse transporte era feito pelos autocarros da Câmara, vedados ao utilizador comum.

Além disso, «numa vertente de transporte urbano na área de influência mais direta da vila [sede de concelho]» vai ser criada a rede VAMÓS, uma rede diferente, com veículos, paragens e circuito próprios, que estabelece a ligação «com a Área de Localização Empresarial de Porto de Mós» e com as «redes de transportes supramunicipais, que se estenderá até São Jorge», explicou o presidente.

«Com esta rede de transportes, iremos certamente contribuir para uma maior mobilidade de trabalhadores e cidadãos em geral, de forma economicamente mais acessível e com reflexos ambientais positivos, dado que irá propiciar a redução do uso do automóvel particular», concluiu o autarca.