Está de volta o Prémio Pedro Matos promovido pelo Instituto Politécnico de Leiria (IPL) e que é uma homenagem ao alqueidoense «Pedro Manuel Amado Roque de Matos, professor e investigador de mérito da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPL» e que «tem como objetivo fomentar a criatividade e o interesse pela Matemática e suas aplicações, bem como despoletar novos jovens talentos». O prémio vai desafiar pelo 14.º ano «alunos e professores dos ensinos secundário e básico a refletir sobre o impacto da Matemática na humanidade». Os interessados deverão realizar uma «pré-inscrição até dia 6 de maio, sendo que a candidatura e entrega dos trabalhos decorre até dia 9 de junho», é revelado em comunicado. Além de entender o impacto da Matemática, os alunos e professores são ainda estimulados a pensar na «sua importância na atualidade, através da concretização de trabalhos sobre: as pandemias/epidemias; eleições; alterações climáticas; demografia e migrações; competições desportivas; indústria 5.0; cibersegurança; entre outros tópicos».

Quem é que se pode candidatar? «Alunos do ensino secundário e do 3.º ciclo do ensino básico, individualmente ou em grupo (máximo de três alunos). Do grupo pode ainda fazer parte um professor do ensino secundário ou básico, ao qual caberá o papel de orientador», esclarece o comunicado. Os trabalhos que resultarem deste prémio vão ser expostos no «evento Mat-Oeste 2022, a realizar-se no dia 8 de julho, sugerindo-se a utilização de fotografias, desenhos, materiais interativos, vídeos, entre outros, de forma a despertar a curiosidade dos visitantes». Vão ser premiados os três melhores trabalhos, «nas categorias Prémio Pedro Matos e Prémio Pedro Matos Júnior».