Início » PSD reclama concretização do Cartão de Saúde na Batalha

PSD reclama concretização do Cartão de Saúde na Batalha

17 Agosto 2023
Bruno Fidalgo Sousa

Texto

Partilhar

Bruno Fidalgo Sousa

17 Ago, 2023

À semelhança do que já existe no concelho de Porto de Mós, o município da Batalha tem em cima da mesa uma proposta para a criação de um cartão de saúde, mas, ao que tudo indica, este não vai mesmo sair do documento onde foi inscrito em outubro passado – mais precisamente o orçamento municipal. Aliás, de acordo com Ana Rita Calmeiro, vereadora do PSD (oposição) e de quem partiu a proposta, esta é apenas uma «de duas ou três» medidas que os sociais-democratas quiseram ver executadas. Em reunião camarária, a vereadora instou o executivo a cumprir a proposta, mas o presidente da Câmara, Raul Castro, alegou não querer que «o município se substitua ao Serviço Nacional de Saúde» (SNS).

Ao nosso jornal, Ana Rita Calmeiro reitera essa ideia, defendo que o objetivo deste cartão de saúde é «aliviar» e «ajudar» o SNS: «Contribuir não só no aliviar de potenciais idas às urgências, mas dando melhor qualidade de serviço e possibilidades de escolha aos munícipes da Batalha. Estamos a dar a possibilidade de, num intervalo mais curto, recorrerem ao médico particular e não terem que ficar em lista de espera», explica.

De igual modo, a vereadora receia que uma das propostas já em execução (o concurso público foi aberto na semana passada), a requalificação da Pré-Primária da aldeia da Torre, não esteja pronto a tempo do início do próximo ano letivo, em setembro. A estrutura recebia «até agora uma média de 12 alunos», sendo que, para 2023/2024, aguarda 22 crianças.

Assinaturas

Torne-se assinante do jornal da sua terra por apenas: Portugal 19€, Europa 34€, Resto do Mundo 39€

Primeira Página

Publicidade

Este espaço pode ser seu.
Publicidade 300px*600px
Half-Page

Em Destaque