No passado dia 11 de agosto, foi apresentado o projeto conjunto dos Municípios de Porto de Mós, Alcobaça e Batalha, Rede Cultural Aljubarrota 1385. A ideia vai materializar-se numa candidatura para submeter à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCRC), para obtenção de fundos no âmbito do Programa Cultural em Rede.

O projeto envolve um financiamento de 300 mil euros, financiados a 100% no primeiro ano e a 95% no segundo, de acordo com informação do presidente da Câmara de Porto de Mós, Jorge Vala, na última reunião pública do executivo. Na mesma reunião, Jorge Vala explicou que o principal objetivo é «relevar o património da Batalha de Aljubarrota e sobretudo aquilo que une os três concelhos: Porto de Mós é o local onde se realizou a batalha, não há dúvidas disso. Alcobaça tem Aljubarrota que deu o nome à batalha, e que na altura, fazia parte do concelho de Porto de Mós. E o concelho da Batalha onde existe o memorial à Batalha Real e que, de alguma forma, representa tudo o que foi a História desse momento». Entretanto, o vice-presidente da Câmara de Porto de Mós, Eduardo Amaral, presente na apresentação da candidatura, lembrou que «aquando da batalha de Aljubarrota, este território ainda não tinha fronteiras municipais definidas tal como hoje as conhecemos. É precisamente esse espírito de união e partilha que se privilegia com este projeto».

Segundo uma nota de imprensa da Câmara de Alcobaça, serão realizadas duas peças de teatro, comuns aos três municípios, «com data e local a anunciar», nomeadamente uma «levada a cabo por grupos amadores dos três concelhos com base em textos do dramaturgo Luís Mourão» e outra «de teatro infantil criada pela companhia S.A. Marionetas». Do programa vão também fazer parte eventos musicais, de teatro e de cinema, assim como ações de promoção do património dos três concelhos. «Cada município também terá programação própria associada ao tema», pode ler-se na mesma nota. A intenção é que algumas das iniciativas arranquem ainda no decorrer de 2020, ano em que se cumprem 635 anos sobre a Batalha que deu a Portugal a vitória sobre os castelhanos, o que findou a crise de 1383-1385 e consolidou D. João I como rei de Portugal.

O projeto tem, como líder, o Município de Alcobaça, sendo a entidade co-promotora a S. A. Marionetas – Teatro & Bonecos, originária daquele concelho; e como entidade parceira a Fundação Batalha de Aljubarrota, com sede em São Jorge, no concelho de Porto de Mós.