Início » Remoção de fibrocimento da Secundária de Porto de Mós arranca em julho

Remoção de fibrocimento da Secundária de Porto de Mós arranca em julho

30 Junho 2021
Catarina Correia Martins

Texto

Partilhar

Catarina Correia Martins

30 Jun, 2021

O executivo camarário aprovou, no dia 11, a adjudicação da obra e minuta do contrato da Requalificação da Escola Secundária de Porto de Mós – Remoção de Fibrocimento. O presidente do Município, Jorge Vala, informou que a obra foi adjudicada à Blocotelha e lembrou que há uma «candidatura aprovada» que «vai ter financiamento a 100%». A empreitada deve iniciar durante o mês de julho e ter um «prazo de execução mais ou menos rápido».

O vereador da oposição, Rui Marto, interveio, dizendo que «o que se passou com este concurso devia envergonhar qualquer um dos elementos» do executivo, uma vez que a obra foi adjudicada a uma empresa, tendo havido depois uma reclamação e essa empresa terá passado para quinto lugar na classificação. «Isto diz tudo. Andamos a valorizar planos de trabalho, equipamentos e outras coisas que o valha e o dinheiro vai desaparecendo por aqui. Não gosto de pagar impostos, principalmente se souber que são mal gastos. A obra em si não é dinheiro mal gasto, passar de 250 mil euros [o valor da primeira empresa que havia ganho o concurso] para 266 mil [o valor apresentado pela Blocotelha que acabou por ficar com a obra] é que é mal gasto», frisou.

Jorge Vala salientou que o projeto é financiado a 100% e que por isso não há dinheiro municipal envolvido. «Depois de lançarmos o concurso não vamos voltar atrás com as regras. O júri lançou determinado procedimento de avaliação em conformidade com o valor e, se calhar, ignorando um pouco essas tais regras. O segundo classificado reclamou e, depois, o júri e o nosso gabinete jurídico entenderam que devia ser dada razão ao reclamante [Blocotelha] e, portanto, cá está a razão dada», concluiu.

Com Isidro Bento

Publicidade

Este espaço pode ser seu.
Publicidade 300px*600px
Half-Page

Primeira Página

Em Destaque