A Infraestruturas de Portugal (IP) anunciou no passado dia 19 de outubro que o concurso público para a requalificação do Itinerário Complementar (IC) 2, a realizar entre Alcobaça e Rio Maior, já está aberto. Com um investimento previsto de «8,6 milhões de euros e um prazo de execução de 450 dias», a empreitada vai incidir na requalificação do IC2/EN1, «entre o nó da Asseiceira, ao quilómetro 65,2, e a zona urbana de Freires ao quilómetro 85,5», informou a empresa num comunicado sobre o lançamento do concurso.

O troço em questão tem uma extensão de 20,3 quilómetros e atravessa os concelhos de Rio Maior e Alcobaça, nos distritos de Santarém e Leiria, respetivamente. A obra contempla a reformulação de cinco interseções, substituindo os atuais cruzamentos por rotundas, que se localizarão aos «quilómetros 78,8 e 79,6, em Rio Maior e aos quilómetros 81,3, 83,3 e 84,6, na freguesia de Benedita, no concelho de Alcobaça».

Segundo um comunicado da IP, está prevista a «reabilitação profunda do pavimento, bem como de todas as infraestruturas de drenagem e instalação de equipamentos de sinalização e segurança», além da construção das rotundas. O objetivo é que a intervenção «melhore fortemente as condições de circulação e segurança dos milhares de automobilistas que diariamente circulam no IC2».