A fotografia que acompanha este artigo já diz tudo: há um camião com imagens de Serro Ventoso a fazer quilómetros e… não são poucos. Este camião que pertence «a um freguês» local percorre toda a Europa em distribuição, explicou a O Portomosense o presidente da Junta de Freguesia, Carlos Cordeiro. «Este freguês tem uma empresa de camionagem com dois ou três camiões e disponibilizou-se para fazer este serviço, a Junta pagou as lonas», conta. A maior parte dos serviços são para Itália e por isso o camião atravessa parte da Europa: «Nós pensámos que estava aqui uma maneira, não muito cara, de promover a freguesia, sobretudo fora de Portugal. Acho que temos que pensar de uma forma global, não podemos pensar aqui só na nossa “quintinha”», refere o autarca. Há casa vez «mais pessoas de todos os países» a chegar ao concelho, mas há «que continuar a chamá-los», salienta. O autarca vai mais longe e acredita que era importante participar «em feiras de turismo lá fora, para mostrar o nosso potencial, porque as pessoas vêm porque querem Natureza», acredita. «Depois têm de dormir, de comer, deixam cá sempre alguma coisa», acrescenta.

Em comparação a um outdoor, esta é, na opinião de Carlos Cordeiro, uma forma de publicidade «mais fácil, barata e que dura mais tempo». «Para ter um outdoor à beira de uma estrada pagamos uma quantia todos os meses e está sempre ali fixo, o camião, pelo contrário, anda sempre em movimento, pela Europa toda e pagámos as lonas uma só vez que podem durar quatro ou cinco anos», explica.

O autarca acredita que terá retorno deste investimento e até agora, as reações têm sido animadoras. «O camionista jé me disse que em Itália, onde descarrega, já lhe fizeram perguntas e ele ia explicando enquanto olhava para o camião o que era cada sítio», conta. A ideia é aumentar “a frota”: «Já propus mais camiões, vamos ver se será possível. Isto não é muito caro e faz uma publicidade fantástica, nós é que às vezes não nos dedicamos a pensar nestas coisas», conclui.