Está concluída a obra de homenagem ao Cabouqueiro, localizada «à entrada das pedreiras, no Codaçal» e idealizada pela Junta de Freguesia de Serro Ventoso, para homenagear todos aqueles que trabalham e trabalharam a pedra. O presidente da Junta, Carlos Cordeiro, explicou ao nosso jornal que «este memorial serve também para aqueles que hoje trabalham na pedra verem como é que se trabalhava há 50 anos atrás», justificando que «é importante sabermos como as coisas começaram, como se faziam».

O combate à «desertificação» das zonas menos visitadas da freguesia é também um dos objetivos da Junta de Freguesia, já que segundo o presidente, pretende-se precisamente «fazer as pessoas deslocarem-se lá, fazê-las conhecer». Ainda que «simples e humilde», o monumento de homenagem ao cabouqueiro, é, nas palavras do presidente, uma obra que «mistura a arte da pintura com a arte da pedra», uma junção de atividades já «raras» nos dias correntes, defendendo que «as artes juntas têm mais valor».

O desejo de criar «mais um ou dois» monumentos de homenagem aos cabouqueiros foi adiantado por Carlos Cordeiro, defendendo que «o setor da pedra merece isso». Para tal, o presidente deixa o desafio à população para fazer chegar à Junta «fotografias antigas em relação ao trabalho do cabouqueiro há 50 anos», uma vez que, segundo o responsável, tal material é escasso, e para pintar o mural, «o artista auxilia-se nas fotografias», explicou.

Freguesia com novo mural de «boas vindas»

A Junta de Freguesia construiu recentemente à entrada da freguesia um mural que «dá as boas-vindas a todos aqueles que passam e chegam à região», de forma a «marcar também a identidade da freguesia», conforme referiu o presidente.

A obra foi construída com pedra e mão-de-obra de Serro Ventoso, com o objetivo de «promover este produto local e o setor da pedra, que é extremamente importante para a freguesia e para o concelho», salientou Carlos Cordeiro. O feedback dos fregueses tem sido «muito positivo», recebendo a Junta «muitas partilhas e “gostos”» por parte das pessoas da respetiva publicação na página de Facebook, segundo acrescentou o presidente Carlos Cordeiro.