O Shenlong – Martial Arts arrecadou, no passado fim de semana, 26 títulos com a participação em duas provas nacionais em pontos distintos do país. No Campeonato Nacional Esperanças de Kung-Fu/Wushu, uma prova organizada pela Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas, que decorreu, no sábado, em Ribeira da Pena (Vila Real), o Shenlong conquistou 10 títulos (três de ouro, dois de prata e cinco de bronze) e o prémio de 3.ª Melhor Equipa Nacional Esperanças de Wushu. Nesta competição participaram nove alunos que atuaram em 12 vetores. «Foi com muita dedicação e muitas horas de viagem, que os alunos da nossa associação participaram neste evento», reconhece o clube, em comunicado enviado à nossa redação.

As medalhas de ouro foram conquistadas por Leonor Domingues, na categoria Juvenis, em Chang Quan e Gun Shu, e também no mesmo escalão por Lucas Oliveira, em Chang Quan. Já a prata foi conseguida pelo atleta Rafael Catarino, nos Juvenis, no vetor de Chang Quan, e por Samuel Sousa, no mesmo vetor mas no escalão Cadetes. Nesta prova destaque ainda para a medalha de bronze, conquistada por Salvador Perfeito, nos Infantis, em Chang Quan, e, no mesmo vetor mas noutra categoria (Cadetes), João Sousa. O terceiro lugar do pódio foi ainda ocupado por outro atleta do clube sediado no Juncal. Tiago Veiga, em Cadetes, conquistou a prata em três vetores distintos: Nan Quan, Nan Gun e Nan Dao. Os dois restantes atletas, Diego Sousa e Gabriel Catarino, ambos pertencentes à categoria Infantis, obtiveram o 5.º e 4.º lugar respetivamente, em Chang Quan.

Mais de 500 quilómetros feitos num fim de semana

De Ribeira da Pena, os atletas do Shenlong viajaram até às Caldas da Rainha para participarem na Taça de Portugal que decorreu no domingo. Nesta prova, organizada pela Federação Portuguesa Lohan Tao Kempo, participaram cinco alunos, dois dos quais «após um torneio extremamente cansativo no dia anterior», frisou a associação no mesmo comunicado. Para casa, o clube trouxe 14 títulos (quatro de ouro, três de prata e sete de bronze) através da participação dos alunos em 15 vetores. Na categoria 30-39 anos – Cintos de Negros, Steven Coelho conquistou o 1.º lugar em três vetores (Mãos Vazia – SOFT, Armas – SOFT e Armas – HARD). Por sua vez, Luís Marques, na categoria 18-29 anos – Cintos de Negros, obteve o 1.º lugar em Mãos Vazias – SOFT, o 2.º em Armas – SOFT e em Armas – HARD e o 3.º em Mãos Vazias – HARD. Leonor Domingues, uma das atletas que tinha participado na prova do dia anterior, obteve a prata no vetor Mãos Vazias – SOFT e o 3.º em Armas – SOFT e Armas – HARD, na categoria 16-29 anos – Cintos de Negros. Na mesma situação esteve Tiago Veiga que depois de ter participado no campeonato de sábado esteve também presente nesta prova, tendo obtido uma medalha de ouro em Armas – HARD e o 3.º lugar em três vetores (Mãos Vazias – SOFT, Mãos Vazias – HARD, Armas – SOFT), na categoria 16-17 anos – Cintos de cor. Gabriel Pires foi outro dos atletas do Shenlong a participar na Taça de Portugal, na mesma categoria que o anterior, tendo obtido o 4.º lugar em Mãos Vazias – SOFT.

Na nota, o clube Shenlong enfatiza o apoio prestado pela Câmara Municipal de Porto de Mós e pela Junta de Freguesia do Juncal, sem os quais, garante, «não seria possível
alcançar os presentes resultados».