O presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Jorge Vala, divulgou esta tarde, em reunião de Câmara, a existência de um surto de COVID-19 na Casa de Repouso Alexandrina Bartolomeu, na freguesia do Alqueidão da Serra. O autarca adiantou que no total, «estão infetadas 15 pessoas: 12 utentes e três funcionários» e que todas as pessoas da instituição já foram testadas ao novo coronavírus. Os resultados dos testes foram conhecidos durante a noite de ontem e já foi ativado o Plano de Contingência do lar. «A situação está controlada e a ser acompanhada», garantiu Jorge Vala, acrescentando que, desde logo, o executivo se deslocou à instituição, juntamente com a Segurança Social e o Agrupamento Centros de Saúde (ACES) Pinhal Litoral.

«Já foi acionada a brigada de intervenção rápida da Segurança Social e amanhã, logo à primeira hora vão estar três elementos a substituir os funcionários que estão positivos e aqueles que têm de estar em isolamento», referiu o autarca. Ainda durante a tarde de hoje, e segundo o presidente da Câmara, o ACES, a Segurança Social e o Coordenador da Proteção Civil de Porto de Mós, Nuno Oliveira, estiveram reunidos para «apoiar na reorganização» do espaço, de forma a permitir «a coexistência naquele espaço da ala positiva e da que não está positiva».