A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mira de Aire recebeu, no passado dia 4, uma viatura ligeira para transporte de doentes não urgentes. De acordo com o presidente da associação, António Rocha, a oferta surgiu de um pedido feito há cerca de dois anos à E-REDES. Em comunicado enviado à nossa redação, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mira de Aire avançou que, até agora, foi a única contemplada no concelho de Porto de Mós.

No mesmo documento, a associação acrescentou ainda que a doação surgiu no âmbito do programa Doar para Proteger, inserido no Plano de Investimento Social desta empresa de distribuição de eletricidade. A E-REDES prevê entregar, até ao final do ano, outras viaturas de norte a sul do país.

Em conversa com O Portomosense, António Rocha realçou que esta viatura «é uma mais-valia» para os Bombeiros Voluntários de Mira de Aire, na medida em que veio melhorar o apoio prestado à população, permitindo «uma maior comodidade e rapidez no transporte de doentes para consultas de fisioterapia, radioterapia, marcações de análises, entre outros». Antes, estas deslocações eram feitas maioritariamente em ambulâncias, o que se tornava «menos confortável» para os doentes, refere António Rocha.

No seguimento desta doação, realizou-se uma cerimónia no quartel dos Bombeiros, na qual estiveram presentes, por parte da associação, o presidente e vice-presidente da direção, assim como alguns elementos da corporação. Da E-REDES, a assessora da direção de Autarquias Centro, Alexandra Lemos, e o subdiretor de Serviço aos Ativos MT e BT-Sul, Telmo Santiago, também marcaram presença na celebração.

Revisão | Catarina Correia Martins