Desde 2016 que a zona central das tasquinhas, no recinto das Festas de São Pedro, ganhou nova vida com a Cozinha de Demonstração Azeites Morgado. A iniciativa, criada pelo chef portomosense Samuel Mota, tem trazido muitos apaixonados pela cozinha, uns profissionalmente, fazendo ali as suas demonstrações, e outros como público, assistindo e melhorando as suas capacidades ou apenas com a curiosidade de quem gosta de comer. Este ano, foi Eunice Meneses que ficou responsável pela gestão diária do espaço, ela que já havia estado por duas vezes atrás daquela banca de cozinha a mostrar os seus cozinhados. Samuel Mota não pôde, este ano, assumir esse papel já que, tendo agora um restaurante aberto em Lisboa, «era muito difícil conciliar as duas coisas», refere Eunice Meneses, numa entrevista à Rádio Dom Fuas no último dia das Festas.

«Tivemos uma assistência absolutamente positiva», considera a responsável, ressalvando que «o tempo não ajudou muito, esteve extremamente frio». Eunice Meneses revela que há público fiel: «Houve pessoas que vieram todos os dias, diria até todos os anos. E este ano foi interessante porque senti, relativamente aos outros anos, que houve bastante gente a assistir e é muito gratificante participar nestes eventos e dar a conhecer um bocadinho do trabalho fabuloso que cada chef desempenha», conta, acrescentando que, para quem assiste, «é fundamental este tipo de eventos, não só para descontrair do dia-a-dia, mas também para aproveitar para criar os seus próprios pratos, dando o seu cunho pessoal».

A variedade de “oferta” foi muita e foi desde a pastelaria aos caracóis, passando pelo chocolate, pelo sushi, pelo pão e até pela cozinha vegetariana. Esta última destacada por Eunice Meneses porque «as pessoas corresponderam muito bem, fizeram imensas perguntas, sendo ou não vegetarianas e experimentaram, o que é muito importante porque o paladar é uma coisa que tem que ser educada». A responsável disse ainda que o debate sobre o desperdício alimentar teve também espaço na Cozinha de Demonstração, uma vez que todos os chefs demonstram «uma grande preocupação com essa questão».

Com Jéssica Moás de Sá
Foto | Laura Ferreira