Terminou mais uma edição do Orçamento Participativo (OP) de Porto de Mós, desta vez com a vitória de um projeto pensado para a freguesia da Calvaria de Cima. Reabilitação da envolvência do campo de futebol: Casa-mãe, Balneários, Parque de merendas e Parque de autocaravanas foi a proposta que reuniu a maior preferência dos munícipes do concelho (468 votos) e para a qual está direcionada uma verba de 75 mil euros. O projeto, apresentado por Filipe da Silva, prevê um «melhor aproveitamento do Pinhal do Povo», mais precisamente o campo de futebol, atualmente abandonado, a restauração do complexo dos balneários e da área envolvente. A candidatura propõe a construção de um parque de autocaravanas com acesso a esgotos, água e luz, e de um parque de merendas com churrasqueira, lava-louças e bancada adjacente.

A proposta vencedora contou com mais 10 votos do que a segunda classificada, a Reabilitação do recreio da antiga Escola Primária dos Casais dos Vales, no Alqueidão da Serra, cuja proponente foi Ana Carreira. Em terceiro lugar, com 430 votos, ficou o projeto de Vítor Raimundo que previa a criação de um Parque de Merendas e Lazer do Juncal. A candidatura de Abel Laranjeiro que visava a Construção de Zona Desportiva para a Prática de Padel, em Alqueidão da Serra, reuniu 379 votos, alcançando o quarto lugar. Em penúltimo lugar ficou o projeto, proposto por Márcio Rafael, para a construção de um Polidesportivo Aberto, em São Bento, que teve 312 votos. Já em sexto e último lugar ficou a Requalificação do Miradouro do Vale de São Silvestre, na Mendiga, proposta por Diogo Cordeiro, que obteve 269 votos.

O grande vencedor do OP deste ano foi divulgado no passado sábado, numa cerimónia que decorreu nas Pedreiras. Conhecido o vencedor foi a vez de dar voz ao mentor da proposta, Filipe da Silva, que numa curta intervenção deixou palavras de agradecimento e desejou que «tudo corra bem» para que consigam concretizar o projeto «da melhor forma».

«Estamos a inaugurar o quarto ano de Orçamento Participativo mas já concretizámos cinco projetos», começou por dizer o presidente da Câmara, referindo-se à construção do Parque Infantil Inclusivo, em Porto de Mós, que tinha ficado em segundo lugar, e fazendo uma viagem no tempo recordou todos os projetos que já foi possível realizar através desta iniciativa de democracia participativa. A revelação do vencedor de 2022 foi feita durante a inauguração da obra de Requalificação do Circuito de Manutenção (ver artigo aqui) que venceu em 2021. Este é um procedimento que vem sendo tradição desde a primeira edição e que foi enaltecido por Jorge Vala: «Esta é a particularidade do OP de Porto de Mós: Não anunciamos o vencedor do ano em que estamos sem inaugurar a obra que ganhou no ano anterior», realça.

Fotos | Jéssica Silva