Flávio Ulisses Cardoso

Dar palco às crianças

29 Jun 2022

No passado dia 3 de junho, teve lugar o concurso musical Crianças ao Palco no encerramento da Semana da Educação 2022, em Serro Ventoso. Muito já pode ter sido dito, mas… quais são as vantagens que as crianças retiram desta experiência? O que fica depois dos holofotes e dos microfones se desligarem?

Não sendo um projeto artístico completamente inovador (tantos são os programas de talentos que populam no pequeno ecrã), nesta faixa etária não é assim tão comum.

Sendo professor e músico de formação, reconheço nestas iniciativas muito para além do lado meramente performativo. Claro que o que se vê são aqueles quatro minutos às luzes da ribalta. Se foi ou não o vencedor.

Acredito para além disso. Acredito no quanto cresceram com esta experiência, no seu modo de ser e estar. No modo como encararão o seu futuro. Como correrão atrás dos seus sonhos e lutarão para os realizar. No modo como enfrentarão os desafios e as oportunidades que a vida lhes apresentar.

Tendo feito parte dos jurados, sinto sempre uma imensa mágoa de não poder premiar todos pois, são todos tão especiais e tão cheios de sonhos. Sim, é um concurso e há premiados. Mas também sinto o dever e obrigação de lhes dizer que, lá por não terem vencido, a vivência que levam (e nem sonham tê-la adquirido) os preparou para que o seu futuro possa ser melhor.

Quem está “de fora” não percebe a vitória que é. Imaginem o que é poder subir a um palco enorme (porventura maior que as suas salas de aula), cantar para centenas de pessoas (por vezes mais do que conhecem na vida), divertir-se e expressar-se sem pudor, partilhar o palco com músicos de carreira comprovada e ainda sentir o peso de representar a sua escola.

Sem dúvida que o seu desenvolvimento pessoal só pode ter crescido. No estudo sobre este projeto, elaborado pelo IPL-ESECS, é referido que se notou claramente «um aumento da autoestima, da autoconfiança, da desinibição, da motivação e do sentido de pertença à escola, o que, nas suas perspetivas, acabou por ter efeitos positivos nos seus percursos escolares».

Por isto, não fica apenas a experiência… fica uma semente bem maior.

Pais, dêem palco aos vossos filhos!

Música. Teatro. Dança. São tantas as ofertas que existem no concelho. Escolas de música, coros e bandas, grupos de teatro amador e escolas de dança. Está nas nossas mãos ajudar a tornar os nossos filhos em pessoas mais cultas, mais instruídas, mais preparadas para enfrentar a plateia da vida com confiança e valores.

Share This