Início » Restaurante de chef portomosense é um dos 20 melhores de Lisboa

Restaurante de chef portomosense é um dos 20 melhores de Lisboa

2 Junho 2023
Bruno Fidalgo Sousa

Texto

Partilhar

Bruno Fidalgo Sousa

2 Jun, 2023

Chama-se Casa Tradição, abriu em 2019 pela mão do chef Samuel Mota, natural do Tojal, e recebeu no passado dia 19 de maio o galardão Dois Garfos Superior na 15.ª edição do Lisboa À Prova. O concurso, que premeia os melhores restaurantes da capital portuguesa, desta vez durante o ano de 2022, tem cinco categorias: Um Garfo, Um Garfo Superior, Dois Garfos, Dois Garfos Superior e Três Garfos, o nível máximo da prova. Nestas duas últimas foram premiados, respetivamente, 11 e nove restaurantes, pelo que Casa Tradição figura no top 20 dos cerca de 300 restaurantes em competição, com 115 premiados no total das categorias.

A O Portomosense, Samuel Mota confessa que a expetativa que ele e a sua equipa tinham ao inscrever-se «foi superada», e o sentimento de alegria coaduna-se com o sentido de dever feito: «Estamos muito contentes porque deu para medir aquilo que estamos a fazer», revela ao nosso jornal. O chef acredita que «o concurso é muito válido porque são três visitas, visitas surpresas», avaliando a consistência do restaurante, e «os júris também são gastrónomos que estão dentro do assunto, e ao fim ao cabo conhecem bem a gastronomia e a restauração de Lisboa», conferindo-lhe credibilidade. E o feedback desse júri, após a visita surpresa, permitiu a Samuel Mota antever um resultado positivo: «Nós sentimos logo que para eles tinha sido um grande surpresa, porque não conheciam de facto o restaurante e nunca imaginariam, principalmente em Alfama, que é uma zona tão turística, ter um restaurante com tanta qualidade, o que nos disseram foi sempre isso».

Casa Tradição, com o slogan Cozinha (A)tipicamente Portuguesa, prima pelos «pratos tradicionais com um toque de modernidade», tentando «sempre fazer um pequeno twist» e com alguns «pratos inspirados também no “nosso” concelho [de Porto de Mós] e na “nossa” Região de Leiria», explica Samuel Mota, que tem como objetivo «crescer e fazer melhor sempre». Até chegar aos Três Garfos? Pode ser difícil: «Os restaurantes que receberam os Três Garfos são restaurantes já com estrela Michelin, têm um orçamento dez vezes maior que o nosso, desde a decoração, ao copo, ao garfo, e têm grupos muito fortes de investidores por trás, mas nós estamos sempre à procura de ter um maior reconhecimento possível», frisa o chef portomosense.

O Lisboa À Prova é um projeto da consultora de comunicação ÚNICA, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, Turismo de Lisboa e AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal. De acordo com um comunicado da organização, foram realizadas mais de 500 visitas aos restaurantes, realizadas por um júri selecionado. A prova tinha «como critérios de base de avaliação a cozinha, o serviço, o ambiente e a relação qualidade/preço».

Foto | DR

Pub

Primeira Página

Em Destaque